Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos
Início do conteúdo

Oficinas de Arte proporcionam entretenimento e estimulam a criatividade da população acolhida pela FPE

Projeto iniciou com a confecção de artigos em MDF no NAR Fatini

Publicação:

2e78ee41 ebf3 42dc a57d 39308e5acff7
Itens confeccionados nas oficinas
Por Cristine Luiza Schmidt - Jornalista MTB 16704

Em tempos de isolamento em decorrência da pandemia de Coronavírus, tornou-se essencial manter o estímulo à criatividade, propondo atividades recreativas para a população em acolhimento da Fundação de Proteção Especial (FPE), órgão que integra a Secretaria Estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH).

Com este foco, a Direção criou a Casa de Convivência com o projeto “Oficinas de Arte”, junto à equipe técnica do Núcleo de Abrigo Residencial (NAR) Fatini. “É gratificante para a Diretoria Técnica perceber o comprometimento e poder contar com uma direção e equipe técnica preocupadas com o trabalho e especialmente com o objeto deste: as pessoas que atendemos”, enalteceu a Diretora Técnica, Fabiana Oliveira.

O primeiro workshop ministrado foi o de confecção de artigos em MDF, como caixas, porta-joias, cestas, porta-retratos e outros itens, conduzido pela Terapeuta Ocupacional Vanessa Borille. "Adoro utilizar trabalhos manuais como recurso terapêutico; eles possuem muitas habilidades e força de vontade para aprender”, destacou a Terapeuta, explicando que o público do Fatini é formado por adultos com deficiência. “Eles se dedicaram com muito carinho à oficina”, resumiu.

Segundo o Diretor Márcio Morais, responsável pela supervisão da Casa de Convivência, foi realizada uma divulgação interna dos artigos produzidos, entre os funcionários. “No mesmo dia, vendemos todos os itens e os acolhidos ficaram extremamente felizes com este reconhecimento”, compartilhou. “O valor da venda dos itens será revertido para compra de novos materiais e o lucro divido entre todos”, completou o Diretor.

Para o Presidente da FPE, Edir Domenehini, a proposta de criar um espaço recreativo onde a população possa aprender novas técnicas e desenvolver habilidades com trabalhos manuais, é excelente. “Em meio à pandemia, estamos estimulando a criatividade e a ocupação do tempo com diversas atividades, junto à Casa de Convivência. Esta foi a primeira de várias ações que pretendemos oferecer, porque este cuidado é uma diretriz de governo que temos”, finalizou o Presidente.

Fundação de Proteção Especial